Por ocasião dos 20 anos da LASRA

02/04/2014

Postado por :admin ás 14:15

Lasra - Blog - 20 anos

Por ocasião dos 20 anos da Sociedade de Anestesiologia Regional Latino Americana (LASRA)
Pelo Prof. Dr. Mario J. da Conceição.

As técnicas de anestesia regional são conhecidas e praticadas no Brasil desde o final do século 19 (1898), iniciando-se com a anestesia subaracnóidea com cocaína. Acredita-se que o Dr Augusto Paes Leme, no Hospital da Misericórdia do Rio de Janeiro , realizou raquianestesias anteriormente aos relatos de Tuffier (1899). Curiosamente o Prof Candido Barata Ribeiro, pediatra, já no início do século passado (1900), aplicou inicialmente cocaína no espaço subaracnóideo de crianças com finalidade terapêutica e não anestésica ( tétano,hidrocefalia e pé torto), observando, após, o efeito anestésico capaz de permitir operações cirúrgicas nos membros inferiores. Daniel Almeida foi um dos grandes divulgadores da técnica no início do século XX, no Rio de Janeiro. A alta morbi-mortalidade nesta época, devido ao desconhecimento dos efeitos adversos da técnica, limitavam seu uso. A descoberta do bloqueio simpático ( 1912), como fator causal da hipotensão e seu posterior tratamento serviram para dar sustentação ao uso mais amplo da técnica.
 
A fundação da Sociedade Brasileira de Anestesiologia(SBA) e o lançamento da Revista Brasileira de Anestesiologia, na metade do século passado, abriram caminho para a discussão e divulgação do que se fazia no país na área da anestesiologia incluindo-se as técnicas de anestesia regional. Data desta época o uso da lidocaína a 5% hiperbárica ( pela adição da glicose) e da associação da adrenalina, sobretudo em obstetrícia e ortopedia. E em 1958 a raquianestesia foi incluída como tema oficial do IVo Congresso Brasileiro de Anestesiologia em Recife. Nos anos 1960 iniciou-se a ensino e a divulgação da raquianestesia por ilustres anestesiologistas brasileiros como Bento Gonçalves, Armando Fortuna, Affonso Zugliani e muitos outros. Nos anos 1970 chega a bupivacaina 0,5% hiperbárica. Os anestesiologistas brasileiros não se limitaram, como no resto do mundo, apenas às técnicas envolvendo o neuroeixo como a peridural lombar,torácica, caudal e a raquianestesia; os bloqueios de nervos periféricos também foram se popularizando em nosso pais desde os meados do século XX e hoje são praticados e ensinados com frequência tanto em adultos como em crianças, com e sem adjuvantes adicionados ao anestésico local. A Sociedade Brasileira de Anestesiologia foi a patrocinadora e editora do primeiro Atlas de Anestesia Regional publicado no Brasil e escrito totalmente por autores brasileiros. Alguns outros autores brasileiros publicaram livros textos preenchendo lacuna na língua portuguesa, neste assunto, como Luiz Imbeloni ( raquianestesia), Luis Delfino e Nilton B do Valle ( Peridural), James Manica em seu Anestesiologia Principios e Técnicas , incluiu vários capítulos abordando Anestesia Regional.
 
Sem a menor dúvida, assim como ocorreu nos anos 1950 com a fundação da SBA, no final dos anos 1990, mais precisamente 1996, surgiu um divisor de águas no ensino e divulgação da anestesia regional no Brasil e na América Latina. Por iniciativa de colegas paulistas, capitaneados pelo Prof Dr José Carlos Almeida Carvalho, que rapidamente conseguiu adeptos em todo o pais , foi fundada a Sociedade de Anestesiologia Regional Latino Americana, LASRA na sigla em inglês. A LASRA tornou-se o meio mais adequado para se criar uma comunidade, onde anestesiologistas podem manter contato sobre as últimas informações envolvendo anestesia regional;incentivando estes profissionais a participar de congressos e aperfeiçoar as várias técnicas de anestesia regional. Desde a sua fundação a LASRA já patrocinou e realizou 20 Congressos no Brasil dedicados exclusivamente as Técnicas de Anestesia Regional, alguns latino americanos e em 2004 um congresso mundial de Anestesia Regional, no Rio de Janeiro, ao qual compareceram mais de 900 colegas brasileiros e do exterior. O livro Anestesia Regional-Princípios e Prática, patrocinado e editado pela LASRA foi o primeiro livro texto abrangendo todos os aspectos da anestesia regional, desde a farmacocinética dos anestésicos locais até as várias técnicas e suas aplicações clínicas.
 
A LASRA também não ficou atrás no que tange aos avanços envolvendo a tecnologia aplicada a anestesia regional, com a intenção de aumentar a segurança dos procedimentos e a eficácia dos bloqueios. Assim como há muito tempo o estimulador de nervos periféricos tornou-se instrumento obrigatório para a realização dos bloqueios periféricos, tendo sido promovidos inúmeros cursos tipo “mãos na massa” para aprendizado das várias técnicas de bloqueios regionais utilizando aquele equipamento, nos dias atuais, da mesma forma, a LASRA em seus congressos anuais e em outros eventos no país, tem promovido,divulgado e ensinado a utilização da ultrassonografia aplicada à anestesia regional central e periférica.
 
Com apoio da LASRA , no Brasil existem várias iniciativas para a divulgação da anestesia regional e dois centros específicos dedicam-se ao treinamento divulgação e educação em anestesia regional. Um deles é o Curso Anual de Anestesia Regional realizado no Instituto de Pesquisa do Hospital Sirio Libanes, na cidade de São Paulo, sob a responsabilidade dos Drs Adilson Hamaji, (atual presidente da LASRA) e Pedro Paulo Kimachi .O outro centro em Florianópolis,SC, o NEPAR – núcleo de ensino e pesquisa de anestesia regional, sob a responsabilidade dos Drs Diogo Bruggemann da Conceição (atual 2o tesoureiro da LASRA) e Pablo Helaiel. No Brasil o NEPAR foi um dos centros pioneiros no uso da Anestesia Regional guiada por US.
 
A LASRA completa 20 anos de existência. Ainda que no seu início tenha sido rodeada de desconfianças, esta sociedade consolidou-se e hoje atrai todos aqueles interessados em anestesia regional que lhe proporcionam pujança e autoridade neste ramo da anestesiologia. Desde sua fundação na ideia pioneira do Prof Dr Jose Carlos Almeida Carvalho, muitos outros anestesiologistas que com ele dividiram e dividem a paixão pela anestesia regional, estiveram na presidência da entidade tratando de torna-la o marco fundamental desta prática no Brasil. Sem dúvida a LASRA ainda terá muito mais de 20 anos pela sua frente, a julgar pelo entusiasmo dos seus novos e jovens associados, mantendo sua missão de ensinar e divulgar a anestesia regional.
 
 
LASRA 2014
 
Neste ano, a LASRA promove o 20º Congresso de Anestesia Regional e Controle da Dor. O evento acontece entre os dias 21 e 23 de agosto e as inscrições já estão abertas.
 

Categorias : Agenda, Congressos, Lasra, Noticias

Comente essa notícia